domingo, 13 de julho de 2014

A História da Igreja



por Ronaldo Alves
O Princípio da Era Cristã

Os três primeiros séculos a “Seita dos Nazarenos”, ou “Os do Caminho”, como eram chamados os cristãos dos primeiros séculos, caminhava na doutrina que os apóstolos propagaram. Neste período ela cresceu de uma maneira admirável. Primeiro com os apóstolos – neste espaço de tempo sofreu com a resistência judaica – depois com os pais da igreja caminhavam na doutrina de Cristo.

Jesus e os apóstolos se referiam a ela como “Oholyao”, palavra hebraica que traz o sentido de "Corpo de Cristo", diferente da palavra grega, da qual se originou a palavra "igreja". Esta de origem grega, com o significado de "chamados para fora", do grego "ekklesia". A palavra original hebraica que os apóstolos referiam-se era "Oholyao" traz o sentido de “Corpo”, indicando com clareza que todos aqueles que crêem em Jesus fazem parte do Seu Corpo, ou seja, é parte integrante d’Ele próprio, como novas criaturas, e membros uns dos outros.

A Oholyao referida também, simbolicamente, como a “Noiva”, ou aquela que irá desposar o Noivo, o Messias Jesus. Essa Noiva é composta de inúmeras pessoas, tantas quantas creram, crêem ou crerá no Messias Jesus, e que virá a casar-se para toda a eternidade com o Messias Jesus, conforme nos mostra o texto de (Apocalipse) 19:7-9 –

"Alegremo-nos, exultemos, e demos-Lhe o esplendor, porque são chegadas às bodas do Cordeiro, cuja esposa a si mesma já se ataviou, pois lhe foi dado vestir-se de linho finíssimo, resplandecente e puro. Porque o linho finíssimo são os atos de justiça dos santos. Então, me falou o anjo: Escreve: Bem-aventurados aqueles que são chamados a ceia das bodas do Cordeiro". 

A Fusão com o Paganismo

Templo de Jupiter 
Após 3 séculos de sobrevida resistindo aos levantes do império contra sua estrutura, o "Corpo de Cristo" foi abatido pelo império. No século IV, o imperador pagão Constantino, não conseguindo êxito em eliminar “Os do Caminho”, simulou conversão ao Oholyao (corpo), para poder dominá-los ou simplesmente estancar o seu crescimento. Quanto mais se perseguia a igreja que vivia em constante oração, ela cada dia ia acrescentando os que eram salvos. 

A Introdução dos Templos Pagãos

Templo de Diana em Corintio  
Sob seu domínio, Constantino faz a fusão da igreja primitiva ao paganismo romano com suas divindades. A igreja estava completamente dominada por este usurpador e se tornou pagã. Nos séculos anteriores ao domínio imperial à igreja se reunia em casas dos próprios irmãos daquele “assembléia” ou em lugares variados por causa da perseguição. Jamais estabeleceu templo para se reunir. Não havia doutrina específica dada por Jesus e os apóstolos, até pelo fato de ser clandestina. Certa vez Jesus deixou isso bem claro conversando com a mulher de Samaria:

“Nossos pais adoraram neste monte, e vós dizeis que em Jerusalém é o lugar onde se deve adorar. Disse-lhe Jesus: Mulher crê-me, à hora vem, em que nem neste monte, nem em Jerusalém adorareis o Pai. Vós adorais o que não conheceis; nós adoramos o que conhecemos; porque a salvação vem dos judeus. Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e é necessário que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade”. JOÃO 4: 20-24

A “Seita dos Nazarenos” não era a religião predominante. Sofria ferrenha perseguição a espada. Satanás sempre quis estabelecer uma religião única para domínio das massas e não era permitido outro tipo de filosofia.

Nasce a Igreja Católica


Não foi no inicio da igreja primitiva como é contado pelo Vaticano, sendo Pedro o primeiro Papa, que nasceu a Igreja Católica. Essa religião emergiu quase quatrocentos anos depois, com mão de ferro subjugando os que resistiam ao seu domínio,

A supremacia política do papado foi de 1260 anos. Teve início em 538 d.C. quando entrou em vigor o decreto do imperador romano Justiniano declarando que o bispo de Roma deveria ser reconhecido como o “Cabeça da Santa Igreja”. Nesse mesmo ano, Belisário derrotou definitivamente os Ostrogodos, último dos três chifres (reinos) que foram arrancados por influência do chifre pequeno (Dn. 7:24), estabelecendo então, oficialmente a supremacia papal.
Os Cavaleiros Templários


Para prosseguirmos, precisamos conta resumidamente a história desta sociedade secreta. A Igreja Católica por sua perseguição e morte acumulou inimigos. Seu maior inimigo foram os Cavaleiros Templários, ordem secreta que se tornara muito poderosa causando temor e inveja por parte do rei Felipe IV da França, também conhecido como Felipe, O Belo, e o papa Clemente V, que os acusaram de heréticos e feiticeiros, resolvendo exterminá-los na fogueira. Na realidade, Felipe tinha interesse na riqueza que os templários adquiriram. Conta-se terem encontrado o tesouro do rei Salomão.
Mas nem todos os templários foram exterminados.

A Vingança Templária


Os poderosos Templários haviam sido exterminados do mundo, acreditava-se que eles haviam sumido da face da Terra para nunca mais voltarem, porém misteriosamente todos seus inimigos começaram a morrer de maneira suspeitas e até mesmo os descendentes de quem os exterminou foram mortos. Isso fez com que o boato de que os Templários haviam apenas sumido para se fortalecerem e voltar ganhou muita força e a lenda de que eles estavam vivos era considerada como algo quase certo. Mas onde eles estariam?

Muitos acreditam que os Templários que conseguiram fugir foram para Escócia onde se uniram com diversos canteiros, profissionais que trabalhavam com o corte de pedras e usando os ensinamentos que tinham do tempo de batalhas começaram a criar uma espécie de cultura militar juntos aos trabalhadores, ensinando honra, coragem, irmandade e outras coisas.

Com o tempo novos membros foram se juntando aquele grupo, pessoas de outras profissões e a nova ordem foi crescendo, tornando-se cada vez mais forte e agregando cada vez mais pessoas importantes.

A Reforma Protestante – Infiltrados para dividir

Primeiro vamos ver fatos que confirmam que Lutero era membro da sociedade secreta Rosa-Cruz.
Como diz o ditado: “a vingança é um prato que se come frio”. Os Templários colocavam seu plano em prática a fim de infiltrar e destruir a Igreja Católica.

“E os dez chifres que viste, e a besta, estes odiarão a prostituta e a tornarão desolada e nua, e comerão as suas carnes, e a queimarão no fogo”. Apocalipse 17:16

Observemos atentamente uma das várias apresentações do símbolo oficial de Lutero, veremos que há, com pequenas diferenças, uma similaridade incontestável com antigos símbolos Rosa cruzes. Observe a Rosa de Lutero (também conhecida como Selo ou Brasão de Lutero) abaixo. Ela é uma mandala (representação do mundo) e um testemunho e resumo gráfico da fé cristã luterana de uma forma simples e completa – um Caminho rumo ao Coração de Deus (o Deus de nossos Corações, o Deus de cada Coração). Ora, seja como for – e o como for não importa absolutamente nada no âmbito da Peregrinação Mística – isto é Rosacrucianismo em sua forma mais pura e essencial.

A Rosa de Lutero
(VIVIT = Ele vive)

O próprio reformador Martinho Lutero a desenhou durante sua permanência na Fortaleza de Coburgo, e explicou o seu significado espiritual em uma carta enviada a Lazarus Spengler (1479-1534), datada de 8 de julho de 1530, da seguinte forma:

“Graça e paz por parte do Senhor. Como você deseja saber se o selo pintado, que você me enviou, acertou o alvo, devo responder de forma amigável e lhe dizer sobre meus pensamentos e razões originais, porque meu selo é um símbolo da minha teologia.
Primeiro, deve haver uma cruz negra dentro de um coração – o qual retém a sua cor natural – para que eu seja lembrado de que a fé no Cristo Crucificado nos salva. Pois quem crê de coração será justificado. (Romanos, X, 10). Embora seja uma cruz negra, que mortifica e que também deva causar dor, ela deixa o coração em sua cor natural. Ela não corrompe a natureza, isto é, ela não mata, mas o mantém vivo. 'O justo viverá pela fé.' (Romanos I, 17). Mas pela fé no Crucificado.
Tal coração deve estar no meio de uma rosa branca, para mostrar que a fé dá alegria, conforto e paz. Em outras palavras: ela coloca o crente em uma rosa branca de alegria, pois esta fé não dá paz e alegria como o mundo dá. (João XIV, 27). É por isso que a rosa deve ser branca, e não vermelha, pois o branco é a cor dos espíritos e dos anjos. (Conforme Mateus XXVII, 3 e João XX, 12).
Tal rosa deve estar em uma área de azul celeste, simbolizando que tal alegria em espírito e fé é o começo da futura alegria celestial, que já começa, mas que é obtida em esperança, pois ainda não é revelada.
Ao redor desta área, está um círculo dourado simbolizando que tal bênção, no céu, dura para sempre; é sem fim. Tal bênção vai além de toda a alegria e de todos os bens, assim como o ouro é o melhor metal, o mais valioso e o mais precioso”.

Este é o meu Compendium Theoligæ [o sumário da Teologia]...

Mas, não deve ter sido por acaso que o Dr. Harvey Spencer Lewis – Sâr Alden – (25 de novembro, 1883 - 2 de agosto, 1939), fundador do 2º Ciclo Iniciático da Ordem Rosacruz AMORC, inspirado pregador evangélico de seu tempo antes de se tornar Imperator da Ordem Rosacruz, tenha recomendado aos membros da Ordem que apoiassem uma Igreja de sua comunidade. Também penso que não seja por acaso que os dirigentes do Rose+Croix Journal tenham escolhido como logotipo um símbolo que se assemelhe à Rosa de Lutero, só que, entre outras diferenças, a Cruz não é negra e a Rosa não é branca.

Em 31 de Outubro de 1517, os Templários começaram seu intento, quando o padre Martinho Lutero que era um iniciado na sociedade secreta Rosa-Cruz – a Igreja Católica condenava a adesão a sociedade secreta – causou a Reforma Protestante. Sua finalidade estava colocada em prática. Lutero insurgindo contra o clero protestou contra diversos pontos da doutrina da Igreja Católica Romana, “propondo uma reforma” já que nunca deixara de ser padre. Os princípios fundamentais da Reforma Protestante são conhecidos como as Cinco Solas.

Lutero foi apoiado por vários religiosos e governantes europeus provocando uma revolução religiosa, iniciada na Alemanha, estendendo-se pela Suíça, França, Países Baixos, Reino Unido, Escandinávia e algumas partes do Leste europeu, principalmente os Países Bálticos e a Hungria. A resposta da Igreja Católica Romana foi o movimento conhecido como Contra-Reforma ou Reforma Católica, iniciada no Concílio de Trento.

O resultado da Reforma Protestante foi à divisão da chamada Igreja do Ocidente entre os católicos romanos e os reformados ou protestantes, originando o Protestantismo e o início de massacres e perseguições por parte da Igreja Católica Romana como, por exemplo, a noite de Massacre da noite de São Bartolomeu.

Estava formado o caos maçônico sobre o catolicismo. As sociedades secretas dominando os protestantes, insurgiram agora contra sua matriz católica sob o comando da sociedade secreta a Companhia de Jesus (Os jesuítas).

A Ferida Mortal – O Que Aconteceu em 1798?

No dia 10 de fevereiro de 1798, o General   Louis Alexandre Berthier (1753-1815) a mando de Napoleão invadiu Roma e prendeu o Papa Pio VI. Roma torna-se uma república. O Papa foi levado para a França, onde morreu cativo em Valença, em 29 de agosto de 1799. Esse episódio pôs fim ao longo período de supremacia política do bispo de Roma.  Sendo assim, do ano de 538 a 1798 dá-se 1260 anos.

Os Templários conseguiram seu intento. O catolicismo perdeu sua força. Agora o cristianismo sob a tutela maçônica se divide em ramificações com ideologias diferentes. Foi descentralizado o poder papal.
“Pois a respeito de vós, irmãos meus, fui informado pelos da família de Cloé que há contendas entre vós. Quero dizer com isto, que cada um de vós diz: Eu sou de Paulo; ou, Eu de Apolo; ou Eu sou de Cefas; ou, Eu de Cristo. será que Cristo está dividido? foi Paulo crucificado por amor de vós? ou fostes vós batizados em nome de Paulo”? I Coríntios 1:11-13

Os Protestantes ou Evangélicos

 

O Protestantismo é um dos principais ramos (juntamente com a Igreja Romana e a Igreja Ortodoxa) do Cristianismo. Este movimento iniciou-se na Europa Central no início do século XV como uma “reação” contra as doutrinas e práticas do catolicismo romano medieval.

Os protestantes também são conhecidos pelo nome de evangélicos juntamente com os pentecostais e neopentecostais oriundos de Igrejas Protestantes, no contexto brasileiro, o termo "protestante" é usado para se referir às Igrejas oriundas diretamente e contemporaneamente na Reforma Protestante, como a Luterana, a Presbiteriana, a Anglicana, a Metodista, a Batista e Congregacional; e o termo "evangélico" é usado para se referir as mesmas, com exceção da Anglicana, e as indiretamente e/ou posteriormente oriundas da reforma que são as pentecostais e neopentecostais que também são referidos como protestantes, embora que no Brasil, por preferência de nomenclatura, ambos costumam se referir pouco como protestantes e muito como evangélicos.

As doutrinas das inúmeras denominações protestantes variam, mas muitas incluem a justificação por graça mediante a fé somente, conhecida como Sola fide, o sacerdócio de todos os crentes, e a Bíblia como única regra em matéria de fé e ordem, conhecidas como Sola Scriptura.

No século XVI, seguidores de Martinho Lutero fundaram Igrejas Luteranas ou em alemão "Evangelische Kirche" na Alemanha e Escandinávia. As igrejas reformadas (ou presbiterianas) na Suíça e França foram fundadas pelo maçom João Calvino e também por reformadores como Ulrico Zuínglio. Thomas Cranmer reformou a Igreja da Inglaterra e depois John Knox fundou uma comunhão calvinista na Igreja da Escócia.

Uma nova igreja surgiu, mas com várias ramificações teológicas reivindicando para si uma igreja que segue as doutrinas de Cristo. Mas o que nós observamos é ano a ano emergindo mais e mais igrejas com seus dogmas à margem da sã doutrina.

Vivemos uma inércia espiritual. A chama do evangelho está se extinguindo no coração da igreja. Os carismáticos e os teólogos da prosperidade aclamam por um “avivamento” em tempo de apostasia. A essência da Graça Salvadora está sendo esquecido, o sacrifício salvifico está ficando em segundo plano, o amor ao próximo não existe mais, é a lei da selva: cada um por si.

Como este mistério secreto veio por séculos investindo contra a igreja ao ponto de subjugá-la? Mas como pode isso se Cristo afirmou: “Que as portas do inferno não prevaleciam contra ela?   

É fato que essa igreja que está aí não configura a Igreja de Cristo, a noiva do Cordeiro. Este sistema denominacional é dividido, tem doutrinas estranhas. Usam de artifícios contrários. Não, esta não é a Igreja de Cristo!

A verdadeira será chamada dos quatro cantos da terra. Ela se encontra preparada para quando o noivo vier buscá-la

MARANATA!

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Bem-vindo ao OS REMIDOS NO SENHOR: Um blog para quem não é manipulado!

Os artigos são livre expressão do seus autores, muitos só postamos a título de informação para conhecimento e não refletem necessariamente as posições adotadas pelo OS REMIDOS NO SENHOR. Nosso propósito, no entanto, é contribuir e incentivar a livre reflexão do nosso público alvo: pastores, líderes, e cristãos em geral que exercem seu papel no Reino de Deus.

Comente, questione, critique, aconselhe, tire dúvidas.

Esclarecemos que, como um site evangélico, não somos neutros em relação às questões aqui levantadas. Portanto, reservamo-nos o direito de bloquear ou excluir comentários segundo critérios próprios. Não sou e nem desejo ser mestre de ninguém, não procuro discípulos, nem admiradores, nem seguidores. Procuro apenas leitores sinceros e amadurecidos para questionar, de maneira sóbria e crítica, as crenças e os paradigmas hegemônicos e misteriosos das escrituras sagradas.

Comentários de "anônimos" não serão necessariamente postados. Procure sempre colocar seu nome no final de seus comentários (caso não tenha uma conta Google com o seu nome) para que seja garantido o seu direito democrático neste blog. Lembre-se: você é responsável direto pelo que escreve.

Mas difamações, ataques pessoais, trollagens, xingamentos, atitudes de intolerância, assim como comentários à serviço de militâncias políticas e religiosas não serão aceitos!

Se você não é um desses, esqueça este meu comentário porque a mensagem não é para você,



Whos

Você Pode Gostar Também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha lista de blogs

- See more at: http://www.ecleticus.com/2011/10/slide-que-funciona-automatico-no.html#sthash.w0HvNCS1.dpuf