quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Ex-'Drag Queen satânica' encontra o amor em Jesus e ódio da comunidade gay


Um ex-auto-descrito "drag queen satânica", que aceitou Jesus e encontrou o amor na igreja, vai receber um prêmio por coragem no primeiro jantar e recepção da Consciência Ex-Gay, que será realizado no final deste mês em Washington, DC.
Em 30 de setembro, a Voice of the Voiceless (Voz dos Sem Voz) , uma organização sem fins lucrativos que tem como objetivo defender os direitos dos ex-homossexuais, e os indivíduos com atração indesejada de mesmo sexo e suas famílias, vai apresentar Trace McNutt com seu prêmio coragem e primeiro para um ex-homossexual.

Durante uma entrevista com o The Christian Post na terça-feira, McNutt descreveu em detalhes os extremos que ele passou para encontrar aceitação entre seus colegas, sua família e mais tarde, a comunidade gay.
Falando francamente, McNutt descreveu ter sido atingido por tijolos quando criança. Em uma briga particular, ele disse que os meninos urinaram na roupa que ele estava vestindo. O assédio moral, agravado pela desaprovação de seus pais, levou-o a isolar-se.
"Eu era obcecado com grupos como Kiss e Marilyn Manson", lembrou.
Eventualmente, McNutt descobriu que tinha atração pelo mesmo sexo e entrou na comunidade gay. Mas a crueldade não parou por aí, disse ele. "Se você não é perfeito, se você não tem 8 por cento de gordura corporal e olhar como Justin Timberlake, você está completamente banido da comunidade gay."
Coma, alter ego de Trace McNutt
Ele continuou: "A realeza e os rockstars na comunidade gay são as drag queens". Então, para ser aceito , McNutt decidiu aceitar suas exigências, criando o seu alter ego, chamado Coma.
Vestindo-se como uma mulher, ele colocou batom e delineador. Mas ele também usou lentes de contatos brancas para fazê-lo parecer mais demoníaco. "Eu só queria ser mal", explicou.
"Eu decidi que ia ser uma drag queen escura, assustadora, ter relações sexuais com cadáveres falsos no palco, arrancando cabeças dos bebês para fora, zombando do nome de Jesus Cristo", acrescentou.
Neste ponto de sua vida, McNutt disse que se sentiu como se tivesse de repente alcançado o sucesso espetacular, porque ele estava fazendo performances com as celebridades de todo o país. Mas, mesmo como um "rockstar na comunidade gay", inesperadamente , ele estava sozinho.
"Ninguém estava interessado em mim como Trace, e até nem mesmo como Coma, ninguém estava realmente interessado em mim", disse ele. Na sua solidão, ele foi viciado em cocaína, fazia sexo "com até 20 pessoas em um dia", e tentou suicidar-se sete vezes.
McNutt se tornou um viciado em sexo, um viciado em cocaína e infectado com AIDS.
Depois da última tentativa de suicídio da drag queen, um médico descobriu que era HIV positivo, tinha AIDS e estava quase no ponto de morrer de uma forma rara de câncer. Depois de um tratamento particularmente difícil, McNutt disse que estava curado e liberado.
"Todos os meus amigos gays na comunidade gay que me amavam como Coma, quando eu estava passando por momentos difíceis, ninguém estava lá - não poderiam se importar menos", lembrou. Durante sua recuperação, ele vivia em uma casa do grupo com homens HIV positivos e recebia benefícios por incapacidade do governo.
A salvação através de Jesus Cristo
Sentindo o "puxão de Jesus", McNutt entrou na Calvary Chapel de St. Petersburg em Pinellas Park, na Flórida, entrando em um culto da manhã de domingo "com gloss cor de rosa." A igreja recebeu-o de braços abertos, e ele finalmente começou a formar relacionamentos saudáveis com os homens sem nenhuma tensão sexual.
Ele também disse ao CP que, juntamente com a cura espiritual que ele recebeu, ele foi curado fisicamente e já não tem HIV ou AIDS.
"Eles não podem mesmo encontrar o vírus, nem no meu sangue", explicou. "Eu acredito que é a graça de Deus que me mantém saudável e medicina moderna também está desempenhando um papel."
Reação da comunidade gay
Tendo encontrado uma nova vida, McNutt disse que se considerava resolvido com a comunidade gay, mas a comunidade gay não estava resolvido com ele.
"Recebi ameaças de morte", lembrou ele. "Um cara me disse que ele ia meter uma bala na minha cabeça, porque eu era um traidor para o meu povo."
A ex-drag queen disse que, apesar de todo o mal que ele vivenciou, ele ainda acredita na soberania de Deus.
Ele afirmou sua convicção de que o Senhor não provoca todas essas coisas que acontecem com ele, mas ele as permitiu, de modo que ele pudesse compartilhar "um testemunho para dar esperança a pessoas que estão lutando com a sexualidade."
De acordo com McNutt, os cristãos precisam melhorar e aumentar o seu alcance aos homossexuais, e fazer um esforço para compartilhar o Evangelho com a comunidade gay.
"A Igreja não tem feito um bom trabalho em alcançar a comunidade gay", acusou ele, pedindo às igrejas para começar ministérios voltados para amar as pessoas homossexuais.
E embora ele continue a lutar com a atração pelo mesmo sexo, disse McNutt ao CP que ele não passou por tratamento formal para ir de gay a hetero, mas recebe conselhos através de pastores e mentores para ajudá-lo a curar as feridas que levaram ao desenvolvimento de seus sentimentos homossexuais.
"Eu acredito que o oposto da homossexualidade não é a heterossexualidade, mas a santidade", explicou. "Eu já não me identifico como um homem gay. Eu sou um filho de Deus."

Fonte: http://portugues.christianpost.com/news/ex-drag-queen-satanica-encontra-o-amor-em-jesus-e-odio-da-comunidade-gay-18082/

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Bem-vindo ao OS REMIDOS NO SENHOR: Um blog para quem não é manipulado!

Os artigos são livre expressão do seus autores, muitos só postamos a título de informação para conhecimento e não refletem necessariamente as posições adotadas pelo OS REMIDOS NO SENHOR. Nosso propósito, no entanto, é contribuir e incentivar a livre reflexão do nosso público alvo: pastores, líderes, e cristãos em geral que exercem seu papel no Reino de Deus.

Comente, questione, critique, aconselhe, tire dúvidas.

Esclarecemos que, como um site evangélico, não somos neutros em relação às questões aqui levantadas. Portanto, reservamo-nos o direito de bloquear ou excluir comentários segundo critérios próprios. Não sou e nem desejo ser mestre de ninguém, não procuro discípulos, nem admiradores, nem seguidores. Procuro apenas leitores sinceros e amadurecidos para questionar, de maneira sóbria e crítica, as crenças e os paradigmas hegemônicos e misteriosos das escrituras sagradas.

Comentários de "anônimos" não serão necessariamente postados. Procure sempre colocar seu nome no final de seus comentários (caso não tenha uma conta Google com o seu nome) para que seja garantido o seu direito democrático neste blog. Lembre-se: você é responsável direto pelo que escreve.

Mas difamações, ataques pessoais, trollagens, xingamentos, atitudes de intolerância, assim como comentários à serviço de militâncias políticas e religiosas não serão aceitos!

Se você não é um desses, esqueça este meu comentário porque a mensagem não é para você,



Whos

Você Pode Gostar Também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha lista de blogs

- See more at: http://www.ecleticus.com/2011/10/slide-que-funciona-automatico-no.html#sthash.w0HvNCS1.dpuf