sábado, 29 de junho de 2013

Pastor Marco Feliciano afirma que projeto apelidado como “cura gay” não será aprovado na Câmara: “Bancada evangélica será humilhada”


Por Tiago Chagas

Pastor Marco Feliciano afirma que projeto apelidado como “cura gay” não será aprovado na Câmara: “Bancada evangélica será humilhada”

A disputa política em torno do projeto apelidado como “cura gay”, de autoria do deputado João Campos (PSDB-GO) foi tema de uma série extensa de publicações do pastor Marco Feliciano (PSC-SP) no Twitter.

Feliciano afirmou que não crê que o PDC 234/2011 seja aprovado na votação da próxima semana, no plenário da Câmara dos Deputados. A afirmação se deu após o presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) afirmar que se empenhará na derrubada do projeto.

Inicialmente, o PDC 234/2011, apelidado como “cura gay”, deveria ser analisado e votado nas comissões de Seguridade Social (CSS) e de Constituição e Justiça (CCJ), antes de ir à votação no plenário. Porém, a manobra do presidente da Câmara levou ao cancelamento desse trâmite.
“Nós evangélicos e cristãos não somos respeitados! A primeira manifestação pacifica foi realizada pelo pastor Silas Malafaia e reuniu 70 mil pessoas!  As poucas notas que saíram na imprensa foram, com raríssimas exceções, denegrindo, acusando, expondo ao ridículo nosso manifesto. Nosso povo não é respeitado nunca! 70 mil pessoas aqui na Explanada e nem sequer uma mísera consideração, nem respeito”, desabafou Feliciano, lembrando da manifestação pacífica organizada pelo pastor Silas Malafaia na capital federal.
Segundo Feliciano, o povo evangélico deveria se mobilizar novamente, para protestar contra assuntos que ferem os princípios cristãos: “Se eu tivesse o poder de convocar o faria! Convocaria nosso povo, para virem protestar em Brasília semana que vem com cartazes e faixas. Também convocaria a irem pelas ruas do Brasil protestar contra o preconceito religioso, contra a imoralidade que nos assola. Para protestar a favor da liberdade de expressão! Protestar contra o aborto! Contra a legalização das drogas!”, escreveu.
Por fim, o pastor considerou as manobras do PT uma tentativa de “humilhar” a bancada evangélica e seu trabalho no Congresso: “Covardia! Nós sempre soubemos que o projeto [apelidado como ‘cura gay’] não passaria, pois o PT e outros têm maior número e derrubariam o projeto na Seguridade e na CCJC [Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania]. Para eles não basta derrubar um projeto de um evangélico, é preciso humilhar! Irão humilhar e debochar da bancada evangélica, chamada de retrógrada e fundamentalista. Nos acusarão de preconceituosos, homofóbicos, etc”, afirmou Feliciano.

Posteriormente, Feliciano dirigiu suas críticas ao presidente da Câmara dos Deputados: “A presidenta Dilma se reuniu com a CNBB [Conferência Nacional dos Bispos do Brasil] e a OAB [Ordem dos Advogados do Brasil]; o presidente Henrique Alves se reuniu com diversos representantes e irá atender os pleitos. E nós? Onde ficamos? Como ficamos? No limbo do esquecimento cobertos pelo preconceito religioso, humilhados, esquecidos. O PSOL, o movimento GLBTT, parte da mídia, rotularam o PDC 234 com um apelido podre, aproveitam do momento para mais uma vez me perseguirem. Se movimentam com o apoio do presidente Henrique Alves para transformarem o plenário na próxima semana num Circo! Presidente Henrique Alves fica aqui uma indagação: vossa Excelência soube que dia 5 de junho o pastor Malafaia, numa convocação, colocou 70 mil evangélicos aqui?”, questionou, em tom de contestação.
Em reação à antecipação da votação do projeto apelidado como “cura gay”, o pastor Silas Malafaia fez uma convocação aos seus seguidores para que sejam enviados e-mails a todos os deputados federais cobrando a aprovação do PDC 234/2011.

Fonte: http://www.gospelmais.com.br/

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Bem-vindo ao OS REMIDOS NO SENHOR: Um blog para quem não é manipulado!

Os artigos são livre expressão do seus autores, muitos só postamos a título de informação para conhecimento e não refletem necessariamente as posições adotadas pelo OS REMIDOS NO SENHOR. Nosso propósito, no entanto, é contribuir e incentivar a livre reflexão do nosso público alvo: pastores, líderes, e cristãos em geral que exercem seu papel no Reino de Deus.

Comente, questione, critique, aconselhe, tire dúvidas.

Esclarecemos que, como um site evangélico, não somos neutros em relação às questões aqui levantadas. Portanto, reservamo-nos o direito de bloquear ou excluir comentários segundo critérios próprios. Não sou e nem desejo ser mestre de ninguém, não procuro discípulos, nem admiradores, nem seguidores. Procuro apenas leitores sinceros e amadurecidos para questionar, de maneira sóbria e crítica, as crenças e os paradigmas hegemônicos e misteriosos das escrituras sagradas.

Comentários de "anônimos" não serão necessariamente postados. Procure sempre colocar seu nome no final de seus comentários (caso não tenha uma conta Google com o seu nome) para que seja garantido o seu direito democrático neste blog. Lembre-se: você é responsável direto pelo que escreve.

Mas difamações, ataques pessoais, trollagens, xingamentos, atitudes de intolerância, assim como comentários à serviço de militâncias políticas e religiosas não serão aceitos!

Se você não é um desses, esqueça este meu comentário porque a mensagem não é para você,



Whos

Você Pode Gostar Também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha lista de blogs

- See more at: http://www.ecleticus.com/2011/10/slide-que-funciona-automatico-no.html#sthash.w0HvNCS1.dpuf