quinta-feira, 4 de abril de 2013

Marcos Feliciano: apoiei Dilma Rousseff e o PT me traiu



Julio Severo

Entre os 70 deputados de São Paulo, Marco Feliciano foi o 12º mais votado em 2010. Numa entrevista originalmente gravada pelo UOL e Folha de S. Paulo em 1 de abril de 2013, ele desabafou que trabalhou muito para eleger Dilma Rousseff, depois que a candidata petista assinou compromisso com os evangélicos de não envolver seu futuro governo com nenhuma militância abortista.

Mas palavra de socialista é sempre um problema.
Além disso, como pode, depois de todo o seu sacrifício para eleger Dilma, Feliciano estar sendo alvo de tantos ataques do PT e aliados?

A verdade é que Feliciano se encaixa no perfil de ameaça descrito por dois homens importantes do PT, Gilberto Carvalho e José Dirceu, que em 2012 declararam que o maior impedimento para o avanço do socialismo hoje no Brasil são os pentecostais e neopentecostais.

Por que?

Desgraçadamente, grande parte dos evangélicos anda apoiando o PT. Mas enquanto apoiadores evangélicos do socialismo como Ariolvado Ramos e Ricardo Gondim fecham os olhos e a boca quando o PT trabalha febrilmente para impor o aborto e o homossexualismo no Brasil, pentecostais e neopentecostais como Feliciano abrem a boca para declarar que o pecado é pecado.

Por isso, os pentecostais e os neopentecostais são inconfiáveis para o PT.

Tomara o Brasil tivesse mais dessa gente inconfiável.

É verdade que o ideal, do ponto-de-vista de Deus, seria cristãos que abrem a boca profeticamente e não caem na estupidez de apoiar o socialismo. Mas no Brasil não há muito o que escolher: na esfera pública, ou ficamos com gente como Ariovaldo Ramos e Ricardo Gondim, que são de confiança para o socialismo, ou ficamos com pentecostais e neopentecostais como Feliciano, cuja boca é temida pela militância socialista.

Tomara Marco Feliciano acorde para a realidade da heresia socialista que vem assolando as nações e as igrejas, exigindo que Deus seja destronado para dar lugar a Karl Marx e suas ideias do inferno.


Fonte: www.juliosevero.com

2 comentários :

  1. Mas esse pastor também cometeu corrupção e estelionato. Isso vale?

    ResponderExcluir
  2. Então, o socialismo é o demônio e a democracia a lá Estados Unidos que mata de fome, que joga um ogiva em duas cidades, que ama a prostituição, deve mesmo ser o paraíso celeste...

    ResponderExcluir

Bem-vindo ao OS REMIDOS NO SENHOR: Um blog para quem não é manipulado!

Os artigos são livre expressão do seus autores, muitos só postamos a título de informação para conhecimento e não refletem necessariamente as posições adotadas pelo OS REMIDOS NO SENHOR. Nosso propósito, no entanto, é contribuir e incentivar a livre reflexão do nosso público alvo: pastores, líderes, e cristãos em geral que exercem seu papel no Reino de Deus.

Comente, questione, critique, aconselhe, tire dúvidas.

Esclarecemos que, como um site evangélico, não somos neutros em relação às questões aqui levantadas. Portanto, reservamo-nos o direito de bloquear ou excluir comentários segundo critérios próprios. Não sou e nem desejo ser mestre de ninguém, não procuro discípulos, nem admiradores, nem seguidores. Procuro apenas leitores sinceros e amadurecidos para questionar, de maneira sóbria e crítica, as crenças e os paradigmas hegemônicos e misteriosos das escrituras sagradas.

Comentários de "anônimos" não serão necessariamente postados. Procure sempre colocar seu nome no final de seus comentários (caso não tenha uma conta Google com o seu nome) para que seja garantido o seu direito democrático neste blog. Lembre-se: você é responsável direto pelo que escreve.

Mas difamações, ataques pessoais, trollagens, xingamentos, atitudes de intolerância, assim como comentários à serviço de militâncias políticas e religiosas não serão aceitos!

Se você não é um desses, esqueça este meu comentário porque a mensagem não é para você,



Whos

Você Pode Gostar Também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha lista de blogs

- See more at: http://www.ecleticus.com/2011/10/slide-que-funciona-automatico-no.html#sthash.w0HvNCS1.dpuf