quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Onde estão os Joões Batistas?


Por Ciro Sanches Zibordi

Costumo acessar o “globo, ponto, com” para ver as notícias do dia. Quando começa a nova temporada da maior excrescência da TV brasileira, dá nojo de abrir tal site. Na verdade, todos os portais de notícias têm as suas seções de imoralidade, mas, quando chega a época do aludido programa, as fotos e imagens eróticas passam a aparecer logo no topo da página, como se fosse a notícia mais importante do nosso país.
Mas veja que incoerência: alguns pastores têm pressionado a TV Globo a produzir uma novela com heroína evangélica! Ora, não seria melhor protestar contra a programação imoral e “embbburrecedora” que essa emissora tem apresentado diariamente? Que consenso há entre a luz e as trevas? Querem esses pastores prenderem-se a um jugo desigual? A imoralidade não os incomoda, contanto que haja uma heroína evangélica em uma novela?

Por outro lado, há evangélicos que se irritam com os pastores e expoentes do Evangelho que protestam contra os programas imorais da TV brasileira. Dizem que é inútil fazer isso. E que os incomodados devem mudar de canal ou, simplesmente, não ter em sua casa o “aparelho maldito”. Respeito quem pensa assim, mas discordo desse pensamento.

Não se conformar com o mundo denota o quê? Qual é a abrangência do mandamento contido em Romanos 12.2: “não vos conformeis com este mundo”? Não significa ignorar as coisas mundanas, como se elas sequer existissem, e sim opor-se a influências filosóficas, atitudes, condutas, ações, comportamentos, etc. prevalecentes no mundo. Ainda que todos os cristãos rejeitassem a programação da TV brasileira, deveríamos protestar contra a imoralidade que ela propaga. Ou só devemos pregar contra o pecado quando somos incomodados por ele, diretamente?

Mesmo não usando drogas nem se prostituindo, o pregador do Evangelho pode e deve verberar contra esses males, alertando a todos quanto às consequências da prostituição e do consumo de drogas. Similarmente, a despeito de não apreciar, de modo geral, a programação imoral da TV brasileira aberta, tampouco assisti-la — exceto com olhar crítico —, ele tem a liberdade e o dever de protestar contra aquela.

Cristãos conformados afirmam: “Deixe a Globo em paz. Troque de canal”. Bem, se João Batista tivesse sido como eles, não teria repreendido Herodes. E também não teria perdido a cabeça... Herodes não estava incomodando João Batista, diretamente, com o seu pecado. Mas esse servo do Senhor, inconformado, resolveu verberar contra o adultério cometido por aquele, simplesmente porque estava consciente de que era um protestante.

Ainda que corram o risco de “perder a cabeça”, os pregadores que se prezam devem protestar contra o pecado e pregar o Evangelho com verdade. Ainda há Joões Batistas no evangelicalismo brasileiro? Onde eles estão? Levantem-se! Não se calem! Como diria o saudoso “João Batista norte-americano” — David Wilkerson —, “Toquem a trombeta”.

Fonte: http://cirozibordi.blogspot.com.br/2013/01/onde-estao-os-jooes-batistas.html

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Bem-vindo ao OS REMIDOS NO SENHOR: Um blog para quem não é manipulado!

Os artigos são livre expressão do seus autores, muitos só postamos a título de informação para conhecimento e não refletem necessariamente as posições adotadas pelo OS REMIDOS NO SENHOR. Nosso propósito, no entanto, é contribuir e incentivar a livre reflexão do nosso público alvo: pastores, líderes, e cristãos em geral que exercem seu papel no Reino de Deus.

Comente, questione, critique, aconselhe, tire dúvidas.

Esclarecemos que, como um site evangélico, não somos neutros em relação às questões aqui levantadas. Portanto, reservamo-nos o direito de bloquear ou excluir comentários segundo critérios próprios. Não sou e nem desejo ser mestre de ninguém, não procuro discípulos, nem admiradores, nem seguidores. Procuro apenas leitores sinceros e amadurecidos para questionar, de maneira sóbria e crítica, as crenças e os paradigmas hegemônicos e misteriosos das escrituras sagradas.

Comentários de "anônimos" não serão necessariamente postados. Procure sempre colocar seu nome no final de seus comentários (caso não tenha uma conta Google com o seu nome) para que seja garantido o seu direito democrático neste blog. Lembre-se: você é responsável direto pelo que escreve.

Mas difamações, ataques pessoais, trollagens, xingamentos, atitudes de intolerância, assim como comentários à serviço de militâncias políticas e religiosas não serão aceitos!

Se você não é um desses, esqueça este meu comentário porque a mensagem não é para você,



Whos

Você Pode Gostar Também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Minha lista de blogs

- See more at: http://www.ecleticus.com/2011/10/slide-que-funciona-automatico-no.html#sthash.w0HvNCS1.dpuf